[PLANEJAMENTO] 21 Dias na Europa - Londres, Paris, Berlin, Praga, Viena e Sul da Alemanha


Depois de relatar a viagem do reveillon de 2013 , vou dar umas dicas da minha primeira trip pela Europa em  2012 , foram 21 dias por 5 países e cerca de 15 cidades. Uma viagem inesquecível que guardarei para sempre na memória.

O roteiro foi assim :

23 de Abril : Saída do Brasil para Londres
24 a 29 de Abril : Londres
29 a 03 de Maio : Paris
03 a 05 de Maio : Berlin
05 a 07 de Maio : Praga
07 a 09 de Maio : Viena
09 a 12 de Maio : Munique
12 a 13 de Maio : Garmirsh
13 a 14 de Maio : Fussen
14 a 15 de Maio : Rothenburg
15 de Maio : Volta ao Brasil por Frankfurt

Fomos somente eu e minha companheira de viagens, em estilo econômico, mochilão nas costas e usando transporte público e hospedagens de bom custo benefício. Via de regra, sempre fazemos uma boa refeição por dia e no restante optamos por um lanche em um local menos turístico, seja supermercado, pubs ou mesmo quiosques, já que curto muito imergir na cultura local.. 

Viajamos em Abril e Maio, por ser baixa estação e ao mesmo tempo, uma das melhores épocas para desvendar a Europa : a primavera. O humor das pessoas muda, ficam mais expansivas, alegres, percebemos isso principalmente na Alemanha, quando já tive a oportunidade de visitar tanto no inverno quanto na primavera

O planejamento da viagem foi feita com os quatro passos que já citei e copio o link abaixo.

PASSO 1 : 

COMPRA DAS PASSAGENS AÉREAS ou 

CIDADES DE INÍCIO E FIM DO ROTEIRO


Como já mencionei em posts anteriores,sempre acho mais fácil planejar a viagem a partir da compra das passagens aéreas em promoções, já me referi ao meu método especificamente nestes posts :


A passagem promocional da TAM saiu por volta de R$1550,00 por pessoa em Fevereiro de 2012 com entrada em Londres e saída por Frankfurt. Muitas pessoas não sabem que comprar ida-e-volta com cidades origem e destino diferentes (multi-trechos) é comum quando se compra bilhetes aéreos internacionais. Em muitos casos, até o stop-over, uma parada de alguns dias em uma cidade no caminho onde normalmente se faz conexão, também é permitida, as vezes até mesmo sem custos. As passagens da TAP, por exemplo, permitem stop-over de 1 a 3 dias em cidades como Lisboa e Porto. Infelizmente a TAM não tem "hub" na Europa e portanto não permitiu stop-over. 

Uma curiosidade é que considerei também em fazer o trajeto inverso, entrando por Frankfurt e saindo da Europa pelo Reino Unido. Mas, por algum motivo que até hoje ignoro, as passagens ficavam bem mais caras nestas circunstâncias, apenas pela diferença da taxa de embarque do aeroporto de Londres que era bem mais cara para vôos que deixam Londres.


PASSO 2 : 

DEFINIÇÃO DE CIDADES DE PERNOITE

RESERVAS DE HOTEIS E MEIOS DE DESLOCAMENTO

Inicialmente os planos eram visitar Londres, Amsterdã, Bruxelas, Bruges, Paris e Frankfurt. Tudo de trem, utilizando o trem rápido (Eurotrain até Paris e depois os trens alemães). Porém, as datas da viagem iriam coincidir justamente com a Festa da Rainha dos Países Baixos, cuja capital é Amsterdã. Quando comprei as passagens ignorava completamente essa festa, que apesar de desconhecida por nós brasileiros, atrai uma imensa quantidade de turistas para a Holanda, como se fosse um carnaval do Rio de Janeiro. A consequência disso é que a procura(e preços) por hotéis na cidade aumentou absurdamente. 

Como não tive tanto tempo para planejar a viagem (comprei as passagens em Janeiro e iria viajar em Abril), acabei deixando a visita aos Países Baixos de fora, assim como a Bélgica. Com o tempo que sobrou,   decidimos comprar uma passagem de avião de Paris para Berlin e contratar uma excursão pela Europa Central (Berlin, Praga e Viena) . Compramos mais outra passagem de avião de Viena para Munique e, por fim, optamos por alugar um carro para conhecer um pouco da Rota dos Alpes  e Rota Romântica  da Alemanha antes de voltar pra casa pelo aeroporto de Frankfurt.

Parece muito para se fazer em 21 dias ? Pode ser, mas minhas viagens costumam ser um pouco mais aceleradas que o ritmo considerado ideal por alguns viajantes bem experientes, porém isso nunca foi um problema para mim, pois costumo planejar metodicamente todos os passos da viagem em roteiros bem detalhados e aproveitar o tempo ao máximo.

Apesar do estilo econômico, gosto de frisar que , nunca deixamos de aproveitar nenhuma atração que tivemos vontade de visitar. Penso sempre que é um equívoco poupar dinheiro nas atrações do lugar, por isso procuramos economizar em outras despesas que julgamos menos importante, tais quais hospedagem e transporte, desde que atendam alguns requisitos mínimos de qualidade =).

As hospedagens foram as mais diversas possíveis, desde hotéis de grandes redes de hospedagem até albergues, mas sempre econômicas e bem localizadas próximas a transporte público, além de possuírem banheiros privativos. 

Quanto aos deslocamentos, sempre faço roteiros locais baseados em muitas caminhadas e transporte público, nenhum táxi foi utilizado. As única exceções foram uma excursão de ônibus no trecho da europa central e aluguel de um carro para fazer o Sul da Alemanha.

PASSO 3 : 

ROTEIROS DE VIAGEM DETALHADOS

O modelo de roteiros detalhados (data/cidade/atração/endereços/obs/custos) que elaborei para essa viagem em 2012 funcionaram também que utilizo até hoje, apenas com alguns aperfeiçoamentos. Foi essencial para que conseguisse visitar tudo que me propus no tempo proposto, especialmente pela pesquisa detalhada de horários abertos de museus e demais atrações. Quem tiver interesse, pode me pedir que envio por email.

PASSO 4 : 

PLANEJAMENTO E ACOMPANHAMENTO DE VIAGEM

Como já expliquei anteriormente nos outros posts de roteiros de viagem, nunca deixe de providenciar com antecedência itens de necessidade de sua viagem, como documentação (passaporte, carteira de habilitação internacional), bagagens e material de apoio (guias, roteiros, etc), elas podem ser o diferencial para se safar em uma situação de necessidade. Passamos por um "perrengue" desses logo no primeiro metrô que pegamos em Londres, pois acabamos nos separando. Mas o fato de termos debatido bem o roteiro e estarmos com eles em mãos nos deu mais segurança para resolver a situação, que poderia ter acabado bem mal. Vou contar mais detalhes desse "perrengue" e muito mais estórias no post seguinte.

Comentários